19 de dez de 2010

E agora Roberto Siegmann?

Dou início neste post com dois comentários retirados da coluna diária do jornalista e narrador da RBS, Pedro Ernesto.

Na coluna do dia 16/12/2010 - Siegmann
"Roberto Siegmann conversou muito com os jornalistas, ontem, e deu pistas importantes do que pretende fazer como vice de futebol. O modelo de gestão vai mudar. Ele vai mandar embora cerca de 30 jogadores que têm contrato com o Internacional e não são utilizados. Quer um líder para comandar o time. Quer ser absoluto no seu trabalho. É um homem de opiniões e decisões fortes. Vem tiroteio por aí.”

Na coluna do dia 17/12/2010 -Mudanças
"Roberto Siegmann vai mudar muito o futebol do Internacional. Não haverá contratações de muito valor, pois não há dinheiro sobrando. O dirigente garante a utilização de jogadores da equipe B. Faz muito bem, pois um time que ganha o Campeonato Brasileiro Sub-23 deve ter jogadores de qualidade. Celso Roth deve sair. Alecsandro tem contrato por mais dois anos e só sai se tiver uma boa proposta. Muito trabalho para o novo dirigente do futebol colorado."

Na virada do ano, assume a nova Direção Colorada, que será presidida pelo Goivani Luigi e que o Vice Presidente de Futebol será o Roberto Siegmann que é tido como um homem de forte personalidade, de conflitos e de pouca habilidade nos relacionamentos humanos, ou seja, um famoso “faca na boca”. Fernando Carvalho dizem que será seu Assessor de Futebol e que fará o "esforço de permanecer" no clube até o final da Libertadores de 2011.

Fernando Carvalho, que elegeu Luigi presidente do INTERNACIONAL usando de toda a sua credibilidade perante o torcedor do COLORADO, desta vez partiu em defesa do treinador Celso Juarez Roth e foi a público e usou o microfone de todas as emissoras esportivas para defender a permanência de Roth e manifestar oficialmente a sua posição da manutenção de Roth para 2011.

E agora Siegmann, fazer o que? Aceitar a interferência do "todo poderoso" dirigente dos últimos anos do INTERNACIONAL já na largada do seu mandato ou bater de frente com Fernando Carvalho e assumir sua posição e condição de Vice Presidente de Futebol.

Lembre-se que a esmagadora maioria da torcida vermelha é favorável a substituição do treinador.

A decisão é toda sua Siegmann, mas minha opinião é que você demonstre a todos os seus futuros comandados que a partir de 01/01/2011 existe um novo comandante na Vice Presidência de Futebol.

E lembre-se que Paulo Roberto Falcão quer retornar a profissão de treinador de futebol e conhece como ninguém os caminhos e atalhos do GIGANTE.

Siegmann, não perca esta oportunidade impar de demonstrar o seu comando e aproveite para começar o ano de pé direito e junto com o apoio do Torcedor Vermelho.

Abraços aos leitores.

0 comentários:

Postar um comentário