8 de dez de 2010

Mico no caso do zagueiro Rodrigo

A contratação do zagueiro Rodrigo foi uma verdadeira novela mexicana. Quando houve informações que a contratação tinha sido abortada o Torcedor Vermelho comemorou e mesmo assim a Direção ignorou novamente a opinião dos torcedores e manteve os trabalhando nos bastidores até conseguir concretizá-la.

Quando da contratação foi informado que o zagueiro seria incorporado ao grupo do Sub23 para pegar ritmo de jogo para chegar em condições de igualdade com os demais atletas para a disputa do Mundial. Em virtude de questões legais não foi possível utilizar o atleta em nenhuma competição.

Celso Juarez Roth, quando elaborou a lista dos inscritos para o Mundial usou da regra de prestigiar e valorizar os goleiros inscritos na Libertadores para justificar a ausência de Muriel. E o goleiro Lauro não havia jogado nenhuma partida pela competição.

No caso da escolha de Rodrigo em detrimento a Sorondo, a regra da escolha dos goleiros foi esquecida. E isso que o Sorondo jogou algumas partidas e foi dele o gol da vitória de 1 a 0 sobre o Estudiantes no GIGANTE.  E passamos de fase contra o Estudiantes graças ao critério do gol qualificado.

Não tenho informações, de como o grupo de atletas do COLORADO estava reagindo a inscrição do Rodrigo no Mundial. Em minha opinião sua inscrição no Mundial foi um erro muito maior que sua contratação.

Na terça, dia 7/12, a FIFA oficializou que não aceitava a inscrição do jogador por questões legais. Nenhum profissional do Clube analisou este assunto?  

Resumo: O mico foi enorme e este assunto só não ganhou maior espaço pois as atenções da mídia estão voltadas para a viagem do INTERNACIONAL para a Arábia e pelo jogo da final da Sul Americana que interessa diretamente ao time do DEPENDENTE dos outros.

Que os erros tenham ficado no Brasil, e que de hoje até o final do dia 18/12 as informações sobre o nosso COLORADO sejam somente positivas.

Abraços aos leitores.
Eu Quero o BI do Mundial FIFA !!! 

1 comentários:

Leo disse...

Erros acontecem, mas nada está perdido! Foco... vamos manter o foco...

Postar um comentário