19 de fev de 2011

O principal responsável tem nome e não é Celso Juarez

Hoje o INTERNACIONAL foi desclassificado da 1ª fase do campeonato gaúcho em pleno Gigante após derrota nos pênaltis para o Cruzeiro. No tempo regulamentar o jogo terminou empatado em 1 a 1 apesar da superioridade do time adversário. E o treinador do adversário ainda declarou que o objetivo do Cruzeiro no campeonato é o de permanecer no Seria A do Gauchão.

Criticar os jogadores do chamado time B seria até covardia, os atletas deste grupo são todos de nível inferior ou futebol insuficiente e nenhum destes atletas possuí condições de serem sequer reservas no grupo principal.

A posição de goleiro do time COLORADO parece estar amaldiçoada. O frango da vez foi do Agenor.

Quanto aos pênaltis, as duas cobranças desperdiçadas pelo INTERNACIONAL foram muito mal executadas. Não tem nada de sorte ou azar foi pura incompetência dos batedores.

A manutenção deste time B é igual a rasgar dinheiro, atirar pela janela, queimar, usar para limpar. Os culpados são novamente os homens fortes da direção do INTERNACIONAL.

A torcida ao final do jogo elegeu o culpado pela derrota e chama-se Celso Juarez Roth. Eu discordo totalmente. O grande responsável até o momento por todos os erros tem nome e sobrenome e chama-se Roberto Siegmann que é o atual vice-presidente de futebol do COLORADO. Ele é o responsável pela: desclassificação precoce; pela manutenção do CJR; pela definição de utilizar o time B; de poupar todos os reservas o grupo principal e muitos outros erros.


A entrevista do Siegmann após a partida foi ridícula, culpou o time e os comandantes técnicos pelo fraco desempenho. Que o clube oferece toda a infra-estrutura e demais condições e que vai cobrar veementemente pelo ocorrido de hoje.

Por favor, Sr. Roberto Siegmann não transfere a responsabilidade ela é toda sua. Podemos afirmar que até o momento todas as suas decisões foram ERRADAS.

Uma sugestão ao Sigmann: escute a voz do torcedor, não pode apenas o Senhor ou seu "guru - assessor" estão certos e todos os demais errados. Não aposte no impossível. Faça o mais simples e óbvio.

O título inicial deste post era: “cagada planejada, cagada realizada”, depois alterei e não como muita convicção.

Eu quero a demissão do Celso Juarez.
Um grande e forte abraço aos leitores.

1 comentários:

Denilson Carvalhal disse...

Furlan,
Concordo contigo, a direção do Internacional está blindando demais seus jogadores e virando as costas para as competições nacionais.
Jogador tem que jogar, as viagens deles não são tão desgastantes que não possam defender o clube em uma partida decisiva.
Não vejo outros clubes fazer o que o Inter está fazendo.
Nem o treinador foi o oficial do clube na partida decisiva de hoje, embora ele já esteja com prazo de validade vencida.
Deveria colocado os reservas, mas não time C.
Hoje não existe jogo ganho sem jogar.
A ira dos torcedores são justificadas.
Abraço e que venha o segundo turno.
Denilson

Postar um comentário