13 de mar de 2011

INTERNACIONAL jogou quase nada e o Caxias foi prejudicado novamente

Em um jogo de muito gols e de falhas individuais de ambos os lados, INTERNACIONAL e Caxias empataram em 3 a 3 e novamente com 3 gols de Leandro Damião.

E o Caxias hoje novamente foi prejudicado pela arbitragem. Teve contra si um penálti inexistente e que foi assinalado e ainda houve um penálti duvidoso a seu favor não marcado e o segundo gol COLORADO foi irregular (impedido).

O arbitro da partida de hoje e que foi torcedor azul integrante de torcida organizada resolveu dar 5 minutos de acréscimos no segundo tempo para justificar os acréscimos exagerados que também foram concedidos no jogo anterior do Caxias.

O COLORADO não jogou absolutamente nada. O único destaque positivo foi o atacante Leandro Damião. Oscar teve uma participação razoável. Todos os demais atletas foram lamentáveis.

Todos sabem que os atletas Daniel, Massari e Wilson Matias jamais poderiam vestir a camisa do INTERNACIONAL e nesta turma soma-se o Zé Roberto que é bruxo do professor CJR.

Hoje novamente ficou comprovado que não temos nenhum goleiro que se possa confiar no atual grupo do COLORADO e afirmo que Lauro é pior que o contestado Renan.


Tinga, assim como Índio, demonstra a cada jogo que é ex atleta. Tinga não possuí mais condições físicas de um atleta de alto nível, não sabe chutar em gol (nunca soube) e não possuí força muscular para divididas e chutes em gol. Seu chute podemos denominar de “peido de véia” e no atual momento é no máximo reserva do INTERNACIONAL.

A esperança para o próximo jogo contra o Jorge Wilstermann é que o Celso Juarez NÃO seja ele próprio. Somente assim poderemos ter alguma esperança que Espetacular, Zé Roberto e Rodrigo Suco de Laranja não sejam relacionados como titulares para o início da próxima partida.

Professor Roth disse na sua entrevista coletiva que Oscar tem que melhorar e que o seu bruxo Zé Roberto é muito importante para o esquema tático. Zé Roberto não jogou absolutamente nada e mesmo assim ficou em campo até os 30 minutos do segundo tempo. Este é o verdadeiro Roth com todos os seus defeitos que já são conhecidos.

A polêmica vibração do terceiro gol do Damião vai dar muito “ibope”. Eu particularmente desaprovo a forma com que ele comemorou este gol. A flauta tem que ficar no nível dos torcedores. Atletas e dirigentes não podem entrar neste tipo de provocação.

Eu Quero a AméricaTriVermelha.
Um grande e forte abraço aos leitores.

0 comentários:

Postar um comentário