3 de abr de 2011

Mais um empate no Gauchão

O INTERNACIONAL empatou novamente pelo campeonato gaúcho e desta vez em 1 a 1 contra o "forte" Lajeadense. O time COLORADO já disputou 6 partidas na taça farroupilha e possuí 2 vitórias e 4 empates e soma 10 pontos, aproveitamento de 55% e que é muito pouco se comparado com a qualidade destes adversários.

Novamente vimos um INTERNACIONAL sem nenhuma organização coletiva. O empate foi o resultado mais justo. O técnico Celso Juarez após partida reclamou e muito da arbitragem. Em minha opinião foi um jogo típico de gauchão e que a reclamação do treinador Roth é um “choro” de quem não teve competência para ganhar dentro das 4 linhas.


A cada jogo, a certeza que Celso Juarez Roth não possuí mais condições de permanecer no comando do futebol COLORADO e por mais que procure um único motivo não é possível encontrar.

Ontem vimos novamente o fraco lateral direito Daniel em campo. Qual a explicação e motivos para insistir em algo que todos sabem que não vai dar certo. Convicção, teimosia ou falta de massa cinzenta? Mil vezes improvisar Gladson na lateral direita do que jogar com o insuficiente Daniel.

O time do INTERNACIONAL estava totalmente descompactado, não existe uma única jogada ensaiada, vários escanteios a favor e nenhum aproveitamento, não sabemos aproveitar faltas próxima a área adversaria, não existe triangulação, ou seja, não existe nada enquanto organização tática e coletiva.

Hoje podemos afirmar que Celso Juarez Roth é péssimo treinador.

A outra certeza é que o planejamento dos Administradores do INTERNACIONAL para o Gauchão fracassou e o título já foi por água abaixo. Tenho absoluta convicção que não seremos campeões.

Quem é mais teimoso, Celso Juarez ou Roberto Siegamnn?

Haja paciência ...

Eu Quero a AméricaTriVermelha (mesmo com o Celso Juarez e Roberto Siegmann)
Um grande e forte abraço aos leitores.

0 comentários:

Postar um comentário