28 de jan de 2012

Vitória dos Suplentes

Em jogo sofrível em um horário estapafúrdio o COLORADO com seu time de suplentes venceu o Veranópolis no GIGANTE pelo placar de 3 a 1. 

O atacante Jô que vem fazendo história no INTERNACIONAL, novamente deixou o placar em branco e não fez nenhum gol. Podemos até afirmar que foi o melhor zagueiro do VEC.

Gostaria de conhecer a estatística deste atacantes antes de ser contratado pelo COLORADO. Para tentar entender como uma pessoa que do meio do futebol chegou a conclusão que Jô poderia ser um reforço de qualidade.

Se não estou enganado Jô conseguiu marcar dois gols com a camisa do COLORADO. Um no ano passado contra o Ceará e outro em jogo-treino pela pré-temporada. Mantendo a média de 1 gol por ano já gastou sua cota em 2012.

O promissor zagueiro Romário que recebe muitos elogios falhou novamente de forma bisonha.

Infelizmente não há nenhum promissor jogador que mereça os comentários positivos no jogo da noite dos embalos de sábado a noite. Os melhores do time foram os "juniors": Bolivar e Tinga.

O anão Marcos Aurélio um dos reforços para a temporada de 2012, mesmo fazendo um difícil gol de cabeça e sem goleiro, deixou a desejar e não fez boa partida.

A cada jogo dos suplentes a certeza que o grupo de jogadores do COLORADO precisa ser reforçado e que uma limpeza no atual grupo é mais que necessária.

A grande pergunta: Como fazer para mandar em frente jogadores insuficientes e com contratos? A experiência demonstra ser quase impossível pois a cada dia aumenta a lista dos "come e dorme e que recebem sem jogar" no INTERNACIONAL e nos demais clubes Brasileiros.

A novela D'Alessandro continua e já passou de todos os limites. 

Os assuntos extra-campo parecem estar concorrendo em importância com o jogo contra o Once Caldas. A classificação para Libertadores/2012 vale a continuidade do 1˚ do semestre de 2012, do contrário teremos uma crise pela frente e de grandes proporcionalidade.

Muito preocupado ... Um grande e forte abraço.

0 comentários:

Postar um comentário