24 de fev de 2013

Superioridade Inquestionável na História do Clássico

Outro GreNal e outra vitória do INTERNACIONAL. A supremacia COLORADA agora é de 24 vitórias. Uma superioridade inquestionável na história do clássico.

Repetindo o clássico de Erechim após o placar estar em 2 x 0 o INTER entregou de presente um gol ao rival. No clássico de hoje o erro foi do Josimar que cometeu um pênalti completamente desnecessário.

O INTER titular de Dunga é um time muito, mas muito, mais organizado que nos anos anteriores.

Depois de muitos anos as cobranças de escanteios passam novamente a ser uma alternativa de ataque com reais chances de gols.

O COLORADO de Dunga administra o jogo quando o resultado é favorável. Explora o ataque sem correr riscos. Em muitas vezes demonstra ser um time sem velocidade na transição da defesa para o ataque.

O INTER terminou o jogo com Elton, Josimar, Gilberto e Vitor Jr em campo. Nenhum destes possuí condições técnicas suficientes para jogar no COLORADO.

Dunga precisa rever o posicionamento de Damião que esta posicionado e orientado para jogar pelo lados do campo e longe da área adversária. D9 é centroavante nato. Não possui qualidade técnica para jogar como atacante de velocidade e pelos lados do campo.

Um grande e forte abraço.

3 de fev de 2013

INTER confirmou o favoritismo no GreNal

INTER confirmou o favoritismo do pré jogo e venceu o clássico de número 395. Com a vitória de hoje a supremacia do COLORADO sobre os azuis é de 23 vitórias.

O INTER venceu por apenas 2 x 1 por dois motivos: 1˚) Juíz da partida que deixou de marcar um pênalti em Fórlan e anulou um gol legítimo de Damião; 2˚) E o goleiro Muriel que falhou de forma bizarra no gol do GFPA.

Se não é a falha do Muriel a tendência do jogo naquele momento era do INTER ampliar o placar.

O banco de reservas do INTER não existe. Não há nenhuma opção que possa entrar e melhorar o time. E com o atual banco de suplentes criticar os Diretores de Futebol do INTER é uma obrigação de todo torcedor vermelho.

Contratar suplentes de qualidade é uma exigência e obrigação.

A cidade de Erechim merece o reconhecimento por mais um clássico em que as torcidas compartilharam as arquibancadas.


Uma lembrança: No GreNal do 1˚ turno do Gauchão de 2012 em jogo disputado na Azenha a situação foi inversa, o GFPA com o time principal e o INTER com os reservas. Resultado 2 x 2.

Um grande e forte abraço.