8 de jun de 2013

Empate com participação de decisiva de R.Moura


Empate contra o Cruzeiro em MG nunca será um resultado ruim. Empate em 2 gols em um bom jogo de futebol.

No geral gostei do time do COLORADO. Jogou na casa do adversário desconsiderado o fator mando de campo.  O time não foi covarde. 

Mesmo com o grande erro cometido pelo R.Moura que originou um pênalti e como consequência o 2° gol do Cruzeiro, o INTER teve várias chances de ganhar o jogo.

Dunga, como todos os demais técnicos do mundo, quer demonstrar que é o dono da sabedoria absoluta. Quer comprovar a todos que ele é o dono da verdade. E o espatacular da vez é Aiton. 

Após as oportunidades recebidas e não correspondidas e com o pênalti mais idiota da história recente do COLORADO, a tendência, ou melhor a expectativa de todos é que R.Moura nunca mais jogue com a camisa do Sport Club Internacional.

A contratação de R.Moura é digna de comparação com as de: Kleber Pereira e Didi Facada (para ficar somente com centroavantes). 

Se o R.Moura recebesse salário mínimo já seria muito, imagina se é verdade que ganha R$ 400 mil por mês. 

Que a parada do Brasileiro seja útil para organizar o sistema defensivo. Sofremos 7 gols em 5 jogos. Com esta média de gols sofridos é impossível ser feliz no campeonato.

E aproveitamento em percentuais é vergonhoso, de apenas 40% (6 pontos em 15 disputados).

Que o trio que dirigi o COLORADO e que parece que se encontra em sono profundo acorde e vá em busca de contratações. E não deixe de se livrar de Vítor Jr, Gilberto, R.Moura, no mínimo.

Um grande e forte abraço.

5 de jun de 2013

A realidade é triste


Colorado apenas empatou contra o fraco time da Lusa em mais uma péssima atuação.

Tanto no coletivo como na individualidade nenhum destaque positivo. Jogadores e treinador merecem nota média de 3,5 pelo jogo de hoje.

O rei do impedimento ou o próprio impedimento, Rafael Moura, fez o gol do INTER após excelente jogada do jovem Otavinho. 

Nei continua jogado no INTER só que tá disfarçado de lateral esquerda. Impossível não reconhecer pela semelhança na forma de pensar e no posicionamento. 

Aos 22 minutos do 2° tempo o INTER ganhou de presente a expulsão de um jogador da Lusa. A expulsão foi um erro do Arbitro. 

Com 1 jogador a mais por metade do tempo na 2ª etapa o COLORADO não conseguiu tirar nenhum proveito da vantagem numérica. E para completar Dunga novamente optou por Gilberto como solução. Outra vez o técnico errou nas substituições. Contra o Bahia cometeu o mesmo erro. 

Em 12 pontos disputados contra adversários que frequentam com regularidade a Serie B o INTER obteve apenas 5 pontos. Aproveitamento de 41,6%. 

O aproveitamento do COLORADO nestas 4 partidas demonstra a fragilidade do seu atual grupo de jogadores. Nesta situação lembrar do Presidente do Clube e seus 2 Diretores de Futebol é uma obrigação. 

Houve tempo e de sobra para preparar o time fisicamente e tecnicamente para o início do Brasileiro e que mesmo com o atual plantel a obrigação de vencer era toda do COLORADO. Jogamos contra times inferiores em todos os aspectos (camisa, plantel, salários e todas as demais condições são todas favoráveis ao INTER). E aí a responsabilidade por estes fracassos é da comissão técnica e jogadores.

Tendência no próximo jogo é de derrota para o Cruzeiro em MG.

Um grande e forte abraço.

2 de jun de 2013

1º Fiasco do Brasileiro 2013


Jogando menos do que nada o INTER conseguiu a proeza de perder e merecidamente para o fraco time do Bahia em pleno estádio Centanário que é atual casa do COLORADO.

Nenhum setor do time funcionou. Goleiro, laterais, zagueiros, volantes, armadores entre eles D'Alessandro e atacantes não jogaram absolutamente nada.

O INTER perdendo de 2 x 0 (0 2° gol coloco na conta do Muriel) e as alternativas no banco de reserva eram: Agenor, Índio, Kleber, Igor, Vítor Jr, Mike e Gilberto. Não é brincadeira é a mais pura realidade.

E o Dunga cometeu o erro de acreditar no impossível e colocou em campo Gilberto. As únicas substituições possíveis neste jogo seria Mike no lugar de um dos volantes e Kleber no lugar do Fabrício. Dunga como todo o time também errou hoje.

Gilberto é muito, mas muito, pior que Rafael Moura.

Após a derrota o desânimo predomina com larga vantagem sobre o otimismo. A tendência no momento é que nos próximos 2 jogos o COLORADO vai conquistar no máximo 1 ponto. 

Os próximos jogos, ambos fora, são: Portuguesa em SP e Cruzeiro em MG.

No momento as explicações dos dorminhocos diretores de futebol do INTER é que a tal janela esta fechada. Que não é possível contratar jogadores que atuam no exterior e que estamos atentos para as alternativas existentes no mercado nacional e como exemplo foi citado a  contratação do extraordinário lateral direito que atuava no Veranópolis com quase 30 anos para ser o 2º ou 3º reserva do Gabriel.

Em janeiro/13 foram contrados 2 laterais direitos. Ednei vindo do Veranópolis foi o 3° no ano. Eis aí um exemplo da incapacidade de gestão no futebol COLORADO.

Próximos 2 jogos do INTER sem Damião, Forlan e Caio. E há responsáveis e culpados por esta situação. São eles: Presidente e os 2 Diretores de Futebol (quando lembro deste trio vem sempre a lembrança de um famoso seriado sobre 3 amigos).

Contra o Bahia o 1° fiasco/papelão do Brasileiro/13. Quantos mais haverão? A resposta nas próximas 35 rodadas.

Um grande e forte abraço.