28 de jan de 2012

Vitória dos Suplentes

Em jogo sofrível em um horário estapafúrdio o COLORADO com seu time de suplentes venceu o Veranópolis no GIGANTE pelo placar de 3 a 1. 

O atacante Jô que vem fazendo história no INTERNACIONAL, novamente deixou o placar em branco e não fez nenhum gol. Podemos até afirmar que foi o melhor zagueiro do VEC.

Gostaria de conhecer a estatística deste atacantes antes de ser contratado pelo COLORADO. Para tentar entender como uma pessoa que do meio do futebol chegou a conclusão que Jô poderia ser um reforço de qualidade.

Se não estou enganado Jô conseguiu marcar dois gols com a camisa do COLORADO. Um no ano passado contra o Ceará e outro em jogo-treino pela pré-temporada. Mantendo a média de 1 gol por ano já gastou sua cota em 2012.

O promissor zagueiro Romário que recebe muitos elogios falhou novamente de forma bisonha.

Infelizmente não há nenhum promissor jogador que mereça os comentários positivos no jogo da noite dos embalos de sábado a noite. Os melhores do time foram os "juniors": Bolivar e Tinga.

O anão Marcos Aurélio um dos reforços para a temporada de 2012, mesmo fazendo um difícil gol de cabeça e sem goleiro, deixou a desejar e não fez boa partida.

A cada jogo dos suplentes a certeza que o grupo de jogadores do COLORADO precisa ser reforçado e que uma limpeza no atual grupo é mais que necessária.

A grande pergunta: Como fazer para mandar em frente jogadores insuficientes e com contratos? A experiência demonstra ser quase impossível pois a cada dia aumenta a lista dos "come e dorme e que recebem sem jogar" no INTERNACIONAL e nos demais clubes Brasileiros.

A novela D'Alessandro continua e já passou de todos os limites. 

Os assuntos extra-campo parecem estar concorrendo em importância com o jogo contra o Once Caldas. A classificação para Libertadores/2012 vale a continuidade do 1˚ do semestre de 2012, do contrário teremos uma crise pela frente e de grandes proporcionalidade.

Muito preocupado ... Um grande e forte abraço.

26 de jan de 2012

INTER "Sub-23" ou "B" ou seja lá o que for

Este projeto do INTER "sub-alguma coisa" é sinônimo de:

- Desperdício: Gasto sem proveito. Esbanjar. Desperdiçar.
- Ruim: Defeituoso. Estragado. De má qualidade.
- Fraco: Sem autoridade. Sem poder. Sem influência. Sem importância. Pouco expressivo. 
- Incompetente: Que ou quem não tem competência.
- Vergonha: Humilhação perante outrem. Vexame. Afronta.
- Estapafúrdio: Extravagante. Esquisito.

O dicionário da língua brasileira apresenta milhares de verbetes, só no míni-aurélio há mais de 30.000. E há muitas outras palavras que podem ser usados como sinônimo deste projeto mal sucedido.

A principal crítica deste comentário é direcionada para os autores e gestores desta idéia estapafúrdia, que é um verdadeiro desperdício do dinheiro da Instituição do SPORT CLUBE INTERNACIONAL. 


O custeio mensal de um projeto como este remunera um jogador do quilate de D'Alessadro. 

Além da possibilidade de manter o principal jogador do INTER, ainda seria possível contratar outro do mesmo gabarito, se os recursos financeiros deste projeto fossem aplicados no time principal.

Não sou contra as categorias de base, pelo contrário. Sou contra é time "Sub" que serve principalmente aos interesses de empresários que repassam suas apostas mal sucedidas.

Um grande e forte abraço.

Vitória magra sem levar gols.

Ao final do jogo, o resultado de uma vitória magra, apenas o 1 a 0 e com direito a vários gols desperdiçados. O regulamento da Libertadores prevê o gol qualificado em caso de empate no chamado jogo de 180 minutos.

No 1º tempo se os gols desperdiçados tivessem sido convertidos a atuação teria sido perfeita. No 2º tempo a bola começou a queimar e a falta de preparo físico dos jogadores foi assustadora. A partir da metade do 2º tempo o INTER administrou o resultado e o poder ofensivo desapareceu.

O "Anão Marcos Aurélio" que foi indicação do treinador Dorival Júnior e que entrou no lugar do Dagoberto, conseguiu 100% de aproveitamento em TODOS os lances que participou, ERROU todos os passes.  Espero que seu futebol não seja o apresentado no jogo de ontem, do contrário será mais um a ficar treinando em separado na companhia de Especutalares da vida.

O trio de Argentinos foram os destaques do INTERNACIONAL na partida. Na seguinte ordem D´Alessandro, Bolatti e Guina.

Infelizmente o Once Caldas volta para a Colombia vivo. No jogo de volta que será na próxima quarta o regulamento da competição estará ao lado do COLORADO. Teremos (torcedores e secadores) fortes emoções.

Um grande e forte abraço.

22 de jan de 2012

Cadê os suplentes?

A tradução de suplente é: "pessoa que pode ser chamada a exercer certas funções, na falta daquela a quem tais funções cabem efetivamente."

O time reserva do INTERNACIONAL conseguiu entregar um jogo ganho em que terminou a primeira etapa com o resultado favorável de 2 a 0 para os Vermelhos. No retorno do intervalo um verdadeiro show de horrores e o resultado final e JUSTO foi de 3 a 2 para o Avenida. O principal objetivo do Avenida é não ser rebaixado.

Pelo desempenho dos reservas no jogo de hoje, o COLORADO não possui alternativas entre os suplentes para que sejam a solução em alguma partida do time principal. 

Se for individualizar a atuação de cada jogador em campo nenhum deles merece nota superior a 3. Bolivar e Jô todos os terrestres e extraterrestres já sabem que não podem jogar no INTERNACIONAL.

Bolivar merece uma análise individual, hoje fez um pênalti escandaloso não assinalado, afastou uma bola de rosca que encobriu o goleiro e foi no poste, foi vencido pelos atacantes adversários em vários lances e todos os gols foram pelo lado direito da zaga e não aparece na fotografia.

Os atacantes Jô e Daletorre vão disputar durante o ano qual deles é pior. O duelo vai ser duro de assistir e haja paciência ao Torcedor Vermelho.

E existem treinadores que tiveram a coragem de colocar Elton de titular e deixar Bolatti na reserva.

E não consigo encontrar nenhuma justificativa para que Muriel seja o goleiro titular do INTERNACIONAL. Renan que foi execrado pelo torcedor considero muito superior ao atual titular.

Muito pior que a derrota é a constatação da insuficiência técnica do atual grupo de suplentes do INTERNACIONAL.

Um grande e forte abraço.

21 de jan de 2012

Inteligência Chinesa e Alguma Sorte

D'Alessandro parece já estar com o passaporte carimbado e a passagem somente de ida comprada para a China. Péssima notícia para os atuais objetivos do COLORADO.

Penso que os Chineses não foram inteligentes em sua estratégia de negociação. 

Eu no lugar Chineses deixaria acontecer os jogos da pré-libertadores e considerando que o classificado seja o Once Caldas a negociação seria muito mais fácil e provavelmente mais econômica no valor da compra dos direitos federativos do atletas.

Acontecendo o que é o desejo do Torcedor Vermelho, que é a classificação para a fase de grupos, o valor da compra dos direitos federativos seria o mesmo que está sendo ofertado no momento ao INTERNACIONAL. 

Os Chineses não teriam nenhum prejuízo financeiro em esperar mais 10 dias, pelo contrário, perderam uma possibilidade de economia.  E a data da janela de negociação no calendário do futebol Chines encerra somente no final de março.

Minha opinião é que o Clube não deve fazer exageros financeiros para manter D'Alessandro.

"Já que a Inês é morta" vamos aos pontos positivos e eles existem:

a) Andrezinho já foi negociado com o Botafogo;
b) Ilsinho também está perto da porta de saída (grande chance de ter que retornar para a Ucrânia);
c) Zé Roberto já havia sido liberado para procurar outro time;

Desta forma nenhum dos citados será o substituto do Argentino e o clube terá a obrigação de buscar reposição e ainda vai existir a possibilidade que o esquema Mazembe seja de vez enterrado considerando as características do novo contratado.

Que a novela D'Alessandro seja encerrada o quanto antes já que a prioridade do clube são os jogos contra o Once Caldas e não o fax da China.

Um grande e forte abraço.

18 de jan de 2012

Estréia com Vitória

No jogo de estréia do Gauchão jogando no Vale dos Sinos contra o Novo Hamburgo uma vitória daquelas que falamos que "deu para o gasto", 1 a 0 com gol de Oscar. No primeiro jogo da temporada considero que o rendimento da equipe foi dentro das minhas expectativas. Não esperava mais do que foi demonstrado mesmo que D'Alessandro estivesse desfilando em campo.

Gostei da dupla de zagueiros Moledo + Índio e que já haviam formado boa dupla no último jogo do Brasilero do ano passado. Bolatti em poucos minutos confirmou que não pode ser reserva no atual momento do time do COLORADO.

Damião demonstra estar muito ansioso por fazer gols. Ansiedade que vem interferindo na sua tranqüilidade e prejudicando sua performance. Dagoberto na função de armador no esquema "Mazembe" ficou abaixo das expectativas.

Não há nenhuma duvida que o foco do INTERNACIONAL no momento é os dois jogos da pré libertadores e que valem a continuidade de todo o 1º semestre de 2012.

Para tristeza dos Vermelhos D'Alessandro está de malas prontas para a China. Minha percepção no momento pelas informações da mídia esportiva é que a confirmação de sua saída é questão de dias (se não for algumas horas). 

Quando confirmada a saída do Argentino, a singela palavra ALÍVIO vai resumir todo sentimento da torcida Azul, seus atletas e dirigentes.

Sou contra manter um atleta contra sua vontade e contra fazer a loucura de cobrir a proposta Chinesa. Este tipo de atitude inclusive apresenta problemas internos de controle do coletivo. Existem inúmeros exemplos que este tipo de decisão é um "tiro no pé".

No próximo domingo temos outro jogo pelo Gauchão contra o Avenida em Santa Cruz e que servirá de teste para alguns reservas provarem sua utilidade.

Quem será que virá para o lugar do D'Alessandro?

Um grande e forte abraço.

16 de jan de 2012

Final de Entressafra

Classificados para a pré-libertadores entramos em férias e com algumas carências de conhecimento até dos marcianos. Final da entressafra (últimos 40 dias) de relativa importância podemos mencionar:

a) necessidade de um atacante de velocidade e que jogue pelo lado dos campos. A Direção do clube contratou Dagoberto e merece o reconhecimento.

b) Decisão de liberar o Zé Roberto. Zé não fez por merecer sua continuidade no INTER. Direção agiu corretamente. 

c) Para o Lugar do Zé foi contratado o pequeno Marcos Aurélio. Eu particularmente não gosto de atacantes de baixa estatura. Com certeza não seria minha escolha. Que Marcos Aurélio consiga demonstrar em campo que altura não é problema.

d) necessidade de um zagueiro para jogar pelo lado esquerdo da zaga. Até o momento nada. E para piorar Bolivar continua no grupo e o risco de ele jogar sempre vai existir.

e) a manutenção de Kleber deve ser considerada como um reforço. Joga muita bola (infelizmente somente quando quer) e não vejo reposição no atual mercado brasileiro.

f) Tinga que foi muito criticado durante o ano principalmente pela seqüência de lesões terminou o ano em alta.  Aproveitando o momento concedeu muitas entrevistas durante o período de férias se auto valorizando. Ainda na pré-temporada novamente outra lesão muscular e as notícias nos sites esportivos dizem que não terá condições de atuar nos jogos decisivos contra o Once Caldas.

g) Bolatti foi alçado para a posição de reserva do reserva. Qual o motivo? Eu desconheço. É o grande erro de Dorival Júnior neste início de ano. Em minha opinião Bolatti é o melhor volante do atual plantel do COLORADO.

h) Andrezinho foi para o Botafogo. Parabéns a direção.

i) Continuamos sem centroavante reserva. Quando da lesão de Damião ficou comprovado que Jô não pode jogar no INTER.

j) Infelizmente ainda permanecem na folha de pagamentos muitos jogadores insatisfatórios (Espatacular, Gladson, Sandro Silva, ...) Este é o preço de contratar errado e ainda pagar salários elevados para atletas destes quilates.

k) As obras continuam paradas, mesmo após a aprovação no Conselho Deliberativo da minuta do Contrato com AG. Dizem que ainda em Janeiro/2012 o contrato será assinado e as obras retomadas. Eu só acredito vendo.

l) Rodrigo Suco teve seu contrato finalizado e não renovado. Isso era uma obrigação. Neste caso a Direção fez o dever.

Na próxima, quarta-feira, dia 18/1, temos o início do Gauchão em jogo contra o Novo Hamburgo no estádio do Vale e que servirá principalmente para entrosamento e ritmo de jogo para os jogos decisivos da pré-libertadores que inicia no dia 25/1 contra o Colombiano Once Caldas.

Que a sorte e competência acompanhe os Vermelhos em 2012. Me satisfaço com apenas 3 títulos neste ano (Libertadores, Brasileiro e Mundial-Fifa).

Um grande e forte abraço.