27 de nov de 2011

DJR erra novamente nas substituições

Perder para o Flamengo ainda mais quando a partida é disputada no Rio de Janeiro é da vida do esporte. Infelizmente perdemos um jogo em que o empate seria considerado um grande resultado e principalmente considerando o atual objetivo que é a classificação para a Libertadores.

O INTER jogou melhor só que não soube converter em gols a sua superioridade em campo. O destaque negativo novamente ficou para o treinador Dorival Júnior que outra vez comprovou toda a sua deficiência quando realiza as substituições. DJR fez três substituições e a cada uma delas conseguia piorar o desempenho coletivo do time.

Como imaginar que Jô pode ser a solução para gols? Neste momento fiquei com a certeza da derrota.

A classificação para a Libertadores depende de uma vitória contra o Porto Alegrense somada a um empate ou derrota do Coritiba contra o Atlético-PR ou uma derrota do Flamengo contra o Vasco.

O INTER até pode se classificar para  a Libertadores com um empate, só que a necessidade de resultados paralelos é igual a probabilidade de ganhar uma mega-sena acumulada, então torcedor vermelho desconsidere esta possibilidade.

Acredito na vitória do INTER no clássico. O duro é depender principalmente do provável rebaixado Atlético-PR.

Merecemos a classificação? Pelo desempenho no campeonato não. Minha vontade e torcida é que sim.

Quero queimar a minha língua, já que disse e afirmei em diversas oportunidades que o INTER em 2012 vai disputar a Copa do Brasil e SulAmericana.

Um grande e forte abraço.

21 de nov de 2011

Ganhou o melhor time

Grande vitória por 2 a 1 para manter o sonho da classificação para Libertadores para 2012. O INTERNACIONAL mais uma vez venceu o Botafogo no Engenhão e desta vez com uma boa atuação coletiva do time COLORADO.

O INTER foi melhor que o adversário e mereceu os 3 pontos. Dorival Júnior manteve o esquema com dois atacantes e que foi fundamental para a vitória.

Muriel que andou compromentendo em jogos anteriores desta vez teve uma atuação acima da média. E mesmo com o gol que sofreu (alguns entendem que falhou - não faço parte desta turma) foi decisivo.

Tinga demontrou que não pode mesmo jogar na função de armador. Hoje na função de volante teve também atuação destacada ao lado de Guinazu que foi o outro volante do time. O problema desta dupla de volantes é a baixa estatura e que compromete nas bolas alçadas na área do COLORADO. Ontem não levamos gols pela bola alta pela ineficiência dos alteltas do Botafogo.

O contestado Bolivar apesar do balãozinho que recebeu dentro da área, também esteve acima da sua média.

Andrezinho mais uma vez mostrou e comprovou que é jogador de 2o tempo. E que através de decreto seja proibido sua titularidade e que entre somente no decorrer do jogo.

Enfim poderia enaltecer a atuação de jogador a jogador na partida de ontem. Esta é mais fiel prova de demonstração de quando e esquema coletivo funciona.

No final do jogo o INTER soube administrar a pressão desesperada do Botafogo.

O próximo jogo é contra o Flamengo no Rio Janeiro e outro resultado positivo é fundamental.

Não é momento de euforia e sim cautela. O time ainda não demonstrou ser confiável ao longo da competição. E que o incentivo financeiro extra continue fazendo efeito.

Repito um dos parágrafo do post do jogo contra o Bahia. E que o INTER continue até o final do campeonato jogando com dois atacantes. Para acontecer milagres além da ajuda divina é necessário que o DJR não atrapalhe com suas decisões equivocadas.

Um grande e forte abraço.

16 de nov de 2011

De diferente apenas a vitória

Valeu pela vitória e principalmente os 3 pontos. Vitória magra de 1 a 0 contra o fraco Bahia. Méritos pela vitória é do torcedor do COLORADO que da tanto reclamar e exigir o 2o atacante foi quem escalou Gilberto e que foi o autor do gol vencedor.

Com a vitória o INTER volta a ficar na porta da classificação para a Libertadores de 2012. Eu continuo com a mesma opinião que não chegaremos.

De diferente no jogo de hoje apenas a vitória. A atuação coletiva do INTER novamente deixou a desejar e Dorival Júnior até o momento é uma decepção como treinador.

A outra grande frustração é o retorno de Bolivar no condição de titular. Qual o motivo? Dizem que foi uma punição para Juan pela expulsão no jogo contra o Fluminense mas na verdade quem está sendo punido é o time do COLORADO e seu torcedor. Bolivar hoje protagnizou um lance de zagueiro açogueiro digno da várzea antiga. Deveria ter sido  expulso e neste mesmo lance houve penalti a favor do Bahia não assinalado pelo juiz.

Falando em penaltis o juiz deixou de assinalar 2 a favor do INTER.

Estamos novamente na 7a posição no campeonato.

E que o INTER continue até o final do campeonato jogando com dois atacantes. Para acontecer milagres além da ajuda divina é necessário que o DJR não atrapallhe com suas decisões equivocadas.

Abraço grande.

13 de nov de 2011

Nenhuma Novidade

Nenhuma novidade, seguindo a lógica o INTER perdeu para o desesperado Cruzeiro por 1 a 0 em uma partida muita disputada e com gols perdidos por ambos os times.

O COLORADO voltou a pagar o preço de jogar com apenas um atacante e não consigo entender porque da insistência de jogar neste esquema que já comprovou toda sua deficiência. 

O INTER não perdeu a classificação a Libertadores no jogo de hoje. O COLORADO começou a perder o título e a classificação já nas duas primeiras rodadas do campeonato.

Dorival Júnior novamente substitui errado e isso já não é nenhuma novidade. Se repete praticamente em todos os jogos.

Na coletiva pós jogo Dorival Júnior se defendeu da utilização do esquema com apenas um atacante, justificando que o clube não possui jogadores suficientes em condições físicas ideais para adotar outra formatação tática. 

Que os erros cometidos no campeonato brasileiro de 2011 sirvam no mínimo de exemplo para o planejamento de 2012. E que os incompetentes dirigentes do atual INTERNACIONAL busquem profissionais gabaritados para fazer os que eles não possuem nenhuma condição de fazer.

E no horizonte do INTERNACIONAL: Copa do Brasil e Sul Americana em 2012.

Abraço grande aos leitores.

6 de nov de 2011

INTER Denorex - parece mas não é.

Definitivamente o time do INTER é DENOREX. Parece que é um grande time. Parece que vai ganhar. Parece que tem o melhor grupo. Parece que tem treinador. Parece que tem goleiro. Parece muita coisa e não é coisa nenhuma.

Mais uma derrota e que foi merecida no GIGANTE, desta vez para o concorrente direto Fluminense.

O INTER entrou em campo sabendo dos resultados paralelos. Uma vitória simples seria suficiente para ingressar no G5 e ficar a apenas 4 pontos dos lideres do campeonato. E os atletas e o treinador tremeram novamente no momento decisivo. No campo o time do COLORADO esteve totalmente descontrolado e sem nenhuma organização tática. 

Dorival Júnior a cada jogo comprova que é um treinador insuficiente. Tem enorme dificuldade de interpretar o jogo em andamento e suas substituições são quase sempre calamitosas e somado a isto o fato de não saber escolher os melhores jogadores para compor o banco de reservas. E insistir em Andrezinho como titular é outro erro grotesco.

Muriel errou novamente e hoje lembrou o folclórico Dirceu Borboleta (personagem da novela Bem Amado).

O milagre da classificação para a Libertadores de 2012 somente pode acontecer com a ajuda do ruim time do Botafogo e que mesmo assim está 5 pontos na frente do COLORADO.

Alguém acredita em milagres? Eu não.