30 de jun de 2011

Atuação de Gala ao Estilo F5

Com uma exuberante atuação, o time do INTERNACIONAL massacrou o Galo Mineiro em Minas Gerais com um verdadeiro chocolate. Vitória de 4 a 0. E Paulo Roberto Falcão permanece invicto em jogos fora do GIGANTE.

A atuação coletiva do time do COLORADO foi simplesmente perfeita. E quando a máquina toda funciona o mérito é creditado ao sistema tático e que neste caso é da responsabilidade do treinador. Paulo Roberto Falcão merece todas as congratulações pela formatação tática no jogo de hoje.

Para o próximo jogo teremos vários desfalques: D'Alessandro suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Oscar e Juan convocados para o selecionado Brasileiro Sub20 e Tinga com lesão de entorse no tornozelo e joelho (notícia das rádios pós jogo).

Um parágrafo especial ao Zé Roberto (também chamado de Zé Boteco) e que chegou ao INTERNACIONAL sob forte suspeita, eu entendo que até o momento é um dos melhores jogadores do COLORADO no campeonato se não for o melhor.


Mais elogios ou “babação de ovo” hoje ao COLORADO e F5 será chover no molhado.

Com esperanças renovadas.
Um grande e forte abraço.

26 de jun de 2011

Vitória com méritos para o F5

Neste domingo de muito frio os parabéns aos torcedores vermelhos que foram até o Gigante assistir a grande vitória COLORADA de 4 x 1 sobre o Figueira da Ilha da Magia.

Hoje Paulo Roberto Falcão foi quase perfeito na formação inicial do time. Ficou faltando apenas o camisa 5 de origem já que Guiñazu e Tinga são da mesma posição. A outra grande notícia foi o primeiro gol COLORADO que nasceu de um escanteio bem cobrado por D'Alessandro.

O esquema de jogo hoje funcionou, o time esteve muito bem postado em campo, as jogadas surgiram com naturalidade, o time se impôs e todos os méritos para F5 que é responsável pela formatação tática do time.


Será que o F5 é daqueles treinadores que escala seu time de acordo com o adversário? Hoje Oscar foi titular e no Domingo passado contra o Coritiba sequer entrou em campo (e isso que foram feitas as 3 substituições). Espero que isso seja apenas uma coincidência e não uma convicção do PRF.

A má notícia é que Oscar e Juan convocados para a seleção sub 20 vão desfalcar o time do INTERNACIONAL nos próximos jogos.

E hoje fui assistir ao vivo e a cores ao histórico jogo do River no lendário Monumental de Nunez e que resultou no rebaixamento para a Segunda Divisão do time com o maior número de conquistas de campeonatos Argentinos. A atual equipe do River é muito fraca e o rebaixamento foi mais que merecido.


O professor Adenor, vulgo Tite, e que é conhecido por suas expressões (efetividade) e frases de livros de auto ajuda, hoje fazendo jus a sua performance de treinador vencedor de clássicos regionais, aplicou com seu Corinthians 5 a 0 no São Paulo que até então tinha 100% de aproveitamento em 5 jogos.

Renasce alguma esperança com o INTERNACIONAL de hoje.
Um grande e forte abraço aos leitores.

20 de jun de 2011

Professor Pardal e seu objetivo alcançado em Curitiba

O time comandado pelo Professor  Pardal (Paulo Roberto Falcão) alcançou seu objetivo planejado para o jogo contra o Coritiba e obteve um empate de 1 a 1. Não posso acreditar que a meta traçada pelo F5 não fosse outro resultado que não o empate. Tenho esta convicção pela formatação inicial e pelas substituições realizadas no decorrer da partida.

O time que entrou em campo para empatar o jogo achou um gol através de um chute forte e preciso de Glaydson e como este resultado de vitória não estava no planejamento do treinador Falcão eis que ele coloca em ação seu plano e dá início ao show de horrores das substituições e que inclusive conseguiu ressuscitar o Espetacular Wilson Matias.

Até o momento Paulo Roberto Falcão é uma enorme decepção enquanto treinador de futebol. E para piorar ainda mais sua situação não consegue conviver com as criticas. F5 vem cavando sua própria sepultura. E que F5 deixe de ser o professor pardal.

O goleiro Muriel foi o destaque positivo do COLORADO e merece continuar como titular. Quanto ao Renan, continuo com a opinião que tecnicamente é o melhor goleiro do grupo e que no momento o melhor é que seu contrato não seja renovado. Renan perdeu toda a condição de continuidade no INTERNACIONAL junto ao torcedor e ele é culpado por todos os gols. Tenho absoluta certeza que Renan se tomasse um gol igual ao do Glaydson que seria acusado de frango. Como podo um goleiro tomar um gol daquela distância e que nem no ângulo foi.

Com a certeza renovada que somos coadjuvante no campeonato.
Um grande e forte abraço aos leitores.

Obs. Comentário de quem viu o jogo através das imperfeições de uma transmissão pela internet.

12 de jun de 2011

Não existe esquema tático e jogadores com prazo de validade expirado

Em mais um atuação do show dos horrores do time comandado por Paulo Roberto Facão, o time apenas empatou em dois gols com o Palmeiras. E melhor sorte o COLORADO não merecia que não fosse o empate obtido nos minutos finais da partida.

O time do INTERNACIONAL não "agride" o adversário, não consegue se impor, de fazer valer o mando de campo. A atuação é como se estivesse jogando um amistoso ou simplesmente treinando.

O esquema tático do time do COLORADO simplesmente não existe. O treinador Paulo Roberto Falcão vem deixando e muito a desejar. O sistema defensivo do time é um pavor e toma gols por atacado. O retrospecto do sistema defensivo do INTERNACIONAL demonstra 16 gols sofridos nos últimos 10 jogos com média de 1,6 gols por jogo. Isso é inaceitável para um time com pretensões de conquista de títulos.

24/04/2011 – Juventude 1 x 2 Internacional
28/04/2011 – Peñarol 1 x 1 Internacional
01/05/2011 – Internacional 1 x 1 Porto Alegrense
04/05/2011 – Internacional 1 x 2 Peñarol
08/05/2011 – Internacional 2 x 3 Porto Alegrense
15/05/2011 – Porto Alegrense 2 x 3 Internacional
21/05/2011 – Santos 1 x 1 Internacional
28/05/2011 – Internacional 0 x 1 Ceará
05/06/2011 – América MG 2 x 4 Internacional
12/06/2011 – Internacional 2 x 2 Palmeiras

Além da péssima mecânica do jogo, Falcão tem sido de uma infelicidade ímpar na escolha dos jogadores titulares e o treinador não demonstra ímpeto para substituir atletas que o prazo de validade já expirou.

Por justiça as inúmeras criticas que faço ao zagueiro Rodrigo Suco hoje ele foi o melhor dos 4 atletas da zaga do time. Outro destaque positivo foi o centroavante Damião que lutou como de costume. E o melhor jogador do time na partida foi novamente D'Alessandro. Aos demais atletas nenhum deles merece uma nota acima 4.


No jogo de hoje desde os primeiros minutos a certeza de quem estava nas arquibancadas do GIGANTE era que um resultado positivo seria conquistada somente por acaso e não por méritos.

Hoje a certeza que seremos um simples coadjuvante no campeonato.
Um grande e forte abraço aos leitores.

5 de jun de 2011

Vitória que comprovou o que já era de conhecimento dos torcedores.

O INTERNACIONAL ganhou pelo placar clássico de 4 a 2 do fraco time do América MG que é um dos fortes candidatos ao rebaixamento no campeonato deste ano. Falcão novamente repetiu alguns de seus erros na formatação inicial do time.

O tal scout do jogo não demonstra o placar da partida. Dentre das várias análises, destaco:
a) posse de bola foi de 40% para o COLORADO e de 60% para o Adversário;
b) escanteios a favor do América foram 9 e do INTERNACIONAL apenas 3;
c) América cometeu 10 faltas e o INTERNACIONAL 21;
d) passes certos do América foram 330 contra 203 do COLORADO;
d) passes errados do América foram 34 contra 42 do INTERNACIONAL.
Fonte: aplicativo do Brasileirão Petrobas.

Sabemos que o que ganha jogo é bola na rede e neste quesito o COLORADO foi muito mais competente. O time de Paulo Roberto Falcão jogou bem somente a primeira etapa e na segunda etapa o time jogou o futebol que vem decepcionado o torcedor.

O jogo de hoje além da importante vitória e principalmente dos 3 pontos deve servir também para definir algumas condições que já é de conhecimento do mundo do futebol, vejamos:
a) Rodrigo Suco não pode ser titular da zaga;
b) o zagueiro Juan não pode jogar de lateral esquerdo nunca mais;
c) Guiñazu e Tinga são jogadores da mesma função (segunda posição do meio campo) e devem disputar a mesma posição;
d) Oscar é titular inquestionável;
e) Zé Roberto no momento também é titular.



Que o tempo disponível para os treinamentos seja melhor aproveitado pelo comissão técnica do INTER e que a direção reforce o time com jogadores de qualidade comprovada.

E no próximo domingo que venha o Palmeiras do Sr. Scolari. É obrigação do COLORADO conquistar os 3 pontos se realmente entrou no campeonato para brigar pelo título e não para ser um mero coadjuvante.

Alguém, por favor, me explica o que é aquele monte de cacoetes do Paulo Roberto Falcão na beira do gramado.

Será que Cavanaghi caminha a passos largos para ser o novo Alecone?

Com esperanças mínimas na conquista do TETRA.
Um grande e forte abraço aos leitores.