29 de nov de 2010

Comentários sobre a lista dos 23

Acredito que nunca haverá consenso dos torcedores e comentaristas emportivos com o treinador quando o assunto se tratar de uma lista de jogadores, quer seja para uma convocação nacional ou mesmo quando da lista de inscritos para uma competição como uma Libertadores da América ou de um Mundial FIFA.

Sobre a decisão do professor Roth, minhas principais criticas são:

Simplesmente inexplicável o não relacionamento do jovem goleiro Muriel na escolha dos três goleiros. Por que escolher pelo Lauro que simplesmente nunca joga e que pelas atitudes e decisões da comissão técnica durante todo o ano de 2010 sempre esteve fora dos planos, independente do treinador (Fossati ou Roth). Deixar de prestigiar um jovem e promissor goleiro em detrimento de um reserva que foi descartado durante todo o ano. E o Muriel simplesmente foi o melhor goleiro do INTERNACIONAL no tal rodízio proporcionado pelo Celso Juarez. Foi um grande erro. Desmotivaram um atleta que pode ter futuro no clube. E prestigiaram um que no presente já demonstra que nada tem para acrescentar.

E a histórica camisa de número 16 de Gabiru em Yokohama, foi entregue ao zagueiro Juan que é escalado como lateral esquerdo. Que nunca jogou absolutamente nada nesta posição e sempre que jogou comprometeu nesta posição. O Juan é zagueiro de origem e nesta posição jogou muito bem no jogo contra o Botafogo. A camisa de número 16 deveria ter sido entregue para Giuliano, Oscar ou Damião (poderia escolher qualquer um). É superstição? Claro que é. Mas nada custaria inscrever um reserva do atacaque  com a camisa de número 16.


Outra prova que o professor Roth, não acredita em superstição foi a exclusão do Edu da lista. Somente a crença na reencarnação de Gabiru poderia justiçar a inclusão de Edu na lista dos inscritos.

Ainda vou torcer para que alguém da Direção ou Comissão Técnica altere a tempo hábil esta numeração e que a camisa 16 fique com algum atacante reserva.

Abraços aos leitores.
Eu Quero o BI do Mundial FIFA !!!

0 comentários:

Postar um comentário