10 de fev de 2011

Qual é meu! Tá me tirando para bobo.

Quando criança eu escutava e usava muito a expressão: “qual é meu! tá me tirando para bobo”. E hoje tenho certeza que a nação COLORADA está sendo “tirada para bobo” e pelo seu atual treinador Sr. Celso Juarez Roth.



Primeiro passou jogos e mais jogos durante o 2º semestre afirmando que seu objetivo era a conquista do campeonato brasileiro e que iria buscar o título com toda força possível do elenco COLORADO. Na prática fez exatamente o contrário.

Segundo foi o papelão de Abu Dhabi que conseguimos ser derrotado pelo Todo Poderoso Mazembe. Depois ficou com aquela cara de criança que fez algo errado.

Celso Juarez conseguiu e não sei como a proeza de renovar seu contrato de treinador de futebol com o INTERNACIONAL por mais um ano, até 31/12/2011, e uma das minhas curiosidades é saber quais as condições previstas neste contrato para uma eventual rescisão motivada por qualquer uma das partes. Se algum souber, por favor, me informe.

A maioria esmagadora da torcida vermelha era contrária a manutenção do treinador. E mesmo assim o homem conseguiu. É bom este Celso Juarez.

Iniciado a temporada de 2011, os mesmos erros de esquema de jogo e de atitudes de Celso Juarez permanecem. E fico perplexo como é difícil para este treinador fazer o simples. E continua queimando os futuros atletas do clube. Não sabe trabalhar com os jovens jogadores.

Hoje há uma reportagem na Zero Hora que demonstra que a idade MÉDIA do time é de 29 anos e assim podemos nos escrever em algum torneio de veteranos.

E hoje mais uma vez conseguiu me surpreender negativamente com a notícia que está treinando o time para jogar com dois (2) centroavantes de iguais características.

Além de "tirar para bobo" os torcedores do INTERNACIONAL, o atual VP de Futebol do clube está passando por incompetente por nada fazer e não demitir este treinador que já deu todas as provas possíveis que não serve para nosso COLORADO.

Acorda Siegmann está bomba relógio está no teu colo. Se o Roth é sua convicção menos mal pois será responsabilizado por suas próprias decisões e escolhas.

Sr. Roberto Siegmann reflita sobre o assunto. Eu “estou sendo tirado para bobo” e você?

Eu quero a demissão do Celso Juarez Roth.
Um grande e forte abraço aos leitores.

1 comentários:

Leonardo disse...

Cansei de usar a conta do twitter pra comentar no blog...

Bom, vamos ao assunto: não sei como foi a estratégia direta do Roth durante o ano passado, não sei e não quero saber o que ele dizia, mas como torcedor a impressão que tive foi que cada tropeço no brasileiro era pq vinha o mundial... Não conseguiu nem um e nem o outro!

Abraço

Leo

Postar um comentário