22 de jun de 2010

Duas Pátrias, Dois Corações e Uma Torcida

Em 27/09/1935 nasceu na cidade da Póvoa do Varzim, no distrito do Porto na Região Norte de Portugal, o Manuel. Passados 22 anos e alguns meses, em abril de 1958, repetindo o trajeto de Pedro Alvares Cabral e de outros Portugueses, Manuel decidiu ganhar o mundo e fazer sua vida em nosso querido e amado país, o BRASIL. Após vários dias de viagem de Návio, chegou ao território brasileiro, atracando no porto da cidade de Santos – SP no dia 18/05/1958. Seu destino final no Brasil seria a cidade de Viamão-RS local onde já estavam seus dois tios (irmãos de sua mãe – Maria).

Como todos os imigrantes na época, trabalhava de sol a sol e após alguns anos de muito trabalho, investiu suas economias na aquisição de um restaurante na Rua São Pedro, 781 em Porto Alegre – RS, com o nome de “A HORA”.

No Brasil, conheceu Maria, filha de imigrante Italiano, com quem casou em 16/05/1964 e desta união tiveram três filhos: Antonio Eduardo (1965), Marcelo Augusto (1968) e Luis Gustavo (1977). Os três filhos são naturais de Porto Alegre – RS e nasceram no Hospital Beneficência Portuguesa.

Alguns anos atrás, eu que escrevo este artigo, Marcelo, decidi que iria fazer a dupla cidadania. Tinha neste momento a alternativa de escolher a Portuguesa ou Italiana. Decidi pela cidadania de meu Pai. Hoje também sou um Português (ora pois) com muito orgulho.

Na copa do Mundo de 2006 torcemos e muito pela Seleção de Portugal que inclusive chegou as semifinais, ficando em 4º lugar na classificação geral. Nesta copa não houve o confronto entre minhas duas pátrias.

Na próxima sexta, dia 25/6, teremos o confronto entre as seleções das minhas duas pátrias. Para o Brasil é quase um amistoso e para Portugal vale a vaga as oitavas de finais, Brasil já está classificado, Portugal garante a sua classificação com uma vitória ou empate e no caso de derrota sua classificação pode depender do saldo de gols.

Neste jogo que não é mata-mata, jargão utilizado para os jogos eliminatórios, a decisão para quem torcer será fácil. QUERO O EMPATE e que serve para ambos.

Em todos os bolões que estou participando, cravei empate de 1 a 1 neste jogo.

Se o destino colocar ambas as seleções, frente a frente, em um jogo eliminatório, com certeza terei minha decisão e que vou divulgar no momento adequado. Quando jogam contra os demais adversários sou BRASIL e PORTUGAL.

Abaixo uma foto de dezembro/2007. Em pé: Antonio Eduardo. Luis Gustavo, Marcelo Augusto. Sentados: Maria e Manuel.


Abraços aos leitores do blog e o meu tradicional:

Eu quero o BI da Libertadores da América !!!

12 comentários:

Gilberto Colorado do Brasil disse...

Ô Marcelo, seu Manoel é colorado?

Um dos teus irmãos, pelo que me falaste, bandeou-se para o "lado negro e nefasto da força"!

Lamentável!

Torcedor Vermelho disse...

Giba,
Nesta família, SOU O ÚNICO que fez a escolha certa. Já ouviste falar que toda familia tem seus problemas ... A minha não é diferente. Mas estes azuis são boas pessoas.
Também casei com uma azul, felizmente consegui abrir os olhos da Valesca. Hoje é vermelha e com muito orgulho.
E quando tu vais me remeter um post teu para divulgarmos no torcedor vermelho?
Continue prestigiando nosso blog.
Forte abraço.
Marcelo Furlan

Gustavo disse...

Boa noite a todos!

Sou Brasileiro, português (dupla-cidadania, assim como o Marcelo) e Gremista. Claro que torço para o Brasil, mas nesta copa a minha maior torcida, apesar da camisa vermelha, é para a "Selecção das Quinas". Acho o Brasil o favorito no confronto e um dos principais na copa,mas essa copa podia acabar em fado.

Palpite (de torcedor) para o confronto... 3 x 2 Portugal.

Um pouco de Cultura:
Por que "das Quinas"?
Porque no brasão de Portugal tem 5 quinas que simbolizam os 5 reis mouros derrotados por D. Afonso Henriques na batalha de Ourique.

Mais história em http://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_de_Ourique

Obs: Tenho duas camisas da seleção portuguesa: uma preta (foto do post) e uma azul (show de bola é claro!!!) a próxima terá que ser uma branca...

Abraços a todos.

Luciano Camargo disse...

Gilberto!

Não te conheço e com certeza não faltará oportunidade.

Só para saberes e deixar bem claro.....todos da família são GREMISTAS!!!!! O Marcelo é o único que momentâneamente bandeou-se para o "lado negro e nefasto da força"!

Só posso divulgar o passado se o Marcelo autorizar.

E o sr. Manoel é torcedor de quem paga a carne do churrasco.

Como o Gustavo e o Antonio são mão de vaca,ele é mais Colorado do que Gremista.

Abraços

Torcedor Vermelho disse...

Boa noite meus amigos e leitores.

Favor evitarem palavrões no Blog que está aberto para todas idades sem censura. Vamos tratá-los simplesmente por azuis.

Meu mano Gustavo, dando aula de história e a parte mais louvável é que não ficou em cima do muto. Cravou seco nos Portuga (muito mais desejo do que convicção). O meu empate também é muito mais desejo.

Meu grande amigo Camargo, está fazendo intriga com os leitores vermelhos.

O Manu para que todos fiquem sabendo em Portugal se diz torcedor do Benfica e não do Porto. Um é vermelho e outro azul. Tirem suas conclusões.

O Camargo, está intimado para escrever um dos post do BI da Libertadores, que terá o título de EU SEMPRE ACREDITEI EM CELSO ROTH!

Ao meus amigos Dante e Pe. Leadro, agradeçco a mensagem que recebi de ambos via email.

Forte abraço.

Marcelo Furlan

Time do Ivo disse...

Fala Marcelo!

Apesar de ser Gremista, te parabenizo pelo blog e pela bonita história da querida Família Furlan.
É bom ver os colorados quererem oque já temos eheheh. No futebol eu acompanho muito mais o Grêmio do que a Seleção na copa, e para ser bem sincero, eu torço para qualquer time que ainda não tenha ganho. Por que não Portugal? Acho que está na hora. Forte abraço Luciano Pescador

Torcedor Vermelho disse...

Luciano Pescador,
Obrigado pela visita ao blog e aos comentários.
Quando quiser estar atualizado sobre o melhor clube do Brasil, venha ao blog do Torcedor Vermelho.
Forte abraço.
Marcelo Furlan

Torcedor Vermelho disse...

Meus amigos,
Não foi o empate de 1 a 1 que eu estava torcendo.
O empate de zero a zero, foi de ótimo.
Agora posso sair de cima do muro e torcer para o Brasil contra o Chile e para Portugal contra a Espanha. Os favoritos para estes jogos são: Brasil e Espanha.
Abs.
Marcelo Furlan

morgana pescador disse...

Parabéns Marcelo por contares a bonita trajetoria do teu pai!Quanto ao futebol..prefiro não me manifestar.

Abraço e parabéns pelo Blog.Morgana

Igor Colorado disse...

Grande família e bela história.... Nâo vi o jogo, estava voltando de Brasília.. mas o pouco que vimos não dá pra tirar febre, pois já estavam classificados...
E o Walter???? Chega... Manda embora de uma vez...

Torcedor Vermelho disse...

Morgana,
Obrigado pelo comentário.
Volte sempre!
Abs.
Marcelo Furlan

Torcedor Vermelho disse...

Igor,
Não perdesse nada não vendo o jogo. Ambos jogaram para empatar.
Quanto ao Walter expressei minha opinião em outro post.
Estou esperando pelo teu post para divulgar no blog.
Abs.
Marcelo Furlan

Postar um comentário