21 de mai de 2011

Equipe não teve atitude de campeão

O INTERNACIONAL empatou em um gol com o fraco time reserva do Santos na Vila Belmiro. Um péssimo resultado para o COLORADO que inicia o campeonato como um dos teóricos favoritos e que possuí o objetivo de conquistar o campeonato brasileiro de 2011. A grande frustração para o torcedor vermelho é que equipe não teve atitude de campeão.

O sistema coletivo do INTERNACIONAL não funcionou e nesta situação a responsabilidade é toda do treinador. Paulo Roberto Falcão errou na formatação inicial, errou na escolha dos titulares, demorou para fazer substituições e quando fez errou novamente.

A culpa será sempre do treinador pela escolha do lateral Daniel, independente se para iniciar o jogo ou ser relacionado para o banco de reservas. Daniel infelizmente será sempre um a menos em campo. Ou alguém acredita que milagres?

E Falcão usou da mesmice na coletiva do pós jogo para as explicações do péssimo desempenho, recorreu ao desgate emocial e físico dos atletas e dos “inúmeros desfalques” entre eles Rodrigo Suco, Indio e Sóbis. P.R.Falcão tem que agradecer aos médicos que vetaram os veteranos zagueiros e desta forma ficou sem alternativa e escalou Juan que é o melhor zagueiro do INTERNACIONAL pelo lado esquerdo da defesa.

Dos atletas em campo o destaque neste jogo foi o zagueiro Juan e na minha opinião deve permanecer como titular. Tinga também foi destaque positivo muito mais pela vontade demonstrada do que propriamente pelo futebol apresentado.

Pela apresentação de hoje o tetra é apenas um sonho e distante da realidade.
A luta continua e esperança pelo tetra permanece.
Um grande forte abraço aos leitores.

0 comentários:

Postar um comentário